quarta-feira, 25 de julho de 2012

Sentado a mesa...

Observa a riqueza das cores, texturas, cheiros e sabores, que lhe chegam e agradece:
- pela humilde do grão transformado em mãe sublime, que submete o melhor de sua prole em frutos, sem reclamar a ausência dos seus;
- a gentileza das folhas que tombam partes de si para fornecer as vitaminas e fibras sem reclamar a dor;
- o trabalho incessante do homem do campo, que mesmo sem ter acesso a riqueza a sua frente, enfrenta sol e chuva, frio e geada, para compor essa maravilha que te mantém as forças;
- a abnegação dos animais que são levados ao martírio, para saciar aos paladares mais exigentes;
- a eficiência do transporte que enfrenta os liames da via publica com agilidade, para que não falte ou estrague o seu paladar;
- a habilidade da cozinheira que combina com maestria os insumos que agradam, muitas vezes pensando no que servir a própria mesa domestica;
... E isso tudo sem pensar no vosso honorário, pois se formos contabilizar o sol, a água, o ar e os demais, que Deus nos sede todos os dias, estaríamos em debito, eternamente.

Boa refeição.

0 comentários:

Tirinhas da Mariana

Tirinhas do Cabeça Oca