sexta-feira, 7 de setembro de 2012

Orgulho o maior dos males

Assistindo no TV Escola o episódio 5 que trata sobre a vida de Galileu (da série "o mensageiro das estrelas") e sua busca por comprovar a teoria de Copérnico*(1) em detrimento do sistema ptolomaico*(2), observamos as associações entre Lodovico delle Colombe*(3) e os freis dominicanos do Mosteiro de São Marcos*(4) para que o
Cardeal Belarmino para subjulga-lo. Observem as intenções por traz desse momento da História, como tantos outros, delle Colombe usa seu prestigio, por inveja do sucesso das idéias de Galileu, insitando o mesmo executor de Giordano Bruno. Isso somente para defender sua vaidade, puro orgulho. A Igreja que utilizava-se do "Santo Oficio" para conter aqueles que tinham pensamentos contrários aos seus interesses, agora era manipulada. Incluíram no Índex*(5), o livro de Copérnico, obrigando Galileu a não mais divulgar a teoria Heliocêntrica. Imagine o prejuízo para a ciência, caso esses pensadores fossem subtraídos dos livros de Historia? Com base em quem Isaac Newton daria sua contribuição a ciência? Mas tudo isso teve um fim útil, pois hoje sabemos dos mártires e podemos falar deles sem censuras.

Graças a Deus!

Veja a série completa:
http://www.youtube.com/watch?v=C2NnZgTCMz0
http://www.youtube.com/watch?v=bufSXkgkCCo
http://www.youtube.com/watch?v=nOdul19QBkI
http://www.youtube.com/watch?v=UrAM7qlY8YU
http://www.youtube.com/watch?v=QToY8WBGWNQ

*(1) teoria essa publicada "post mortem" por receio de repetir o destino de Giordano Bruno - executado pela Inquisição por ordem do Cardeal Belarmino

*(2) baseado em Aristóteles que fundamentava alguns dos dogmas da Igreja, por isso defendido pela Igreja a época

*(3) opositor de Galileu e defensor de Aristóteles

*(4) auto-denominados "cães de guarda da fé"

http://pt.m.wikipedia.org/wiki/Galileu_Galilei
http://pt.m.wikipedia.org/wiki/Nicolau_Copérnico
http://pt.m.wikipedia.org/wiki/Ptolemeu
http://pt.m.wikipedia.org/wiki/Giordano_Bruno
http://pt.m.wikipedia.org/wiki/Roberto_Belarmino
http://pt.m.wikipedia.org/wiki/Aristóteles
http://it.m.wikipedia.org/wiki/Lodovico_delle_Colombe
http://pt.m.wikipedia.org/wiki/Index_Librorum_Prohibitorum

quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Deficiência

"Deficiente" é aquele que não consegue modificar sua vida, aceitando as imposições de outras pessoas ou da sociedade em que vive, sem ter consciência de que é dono do seu destino.

"Louco" é quem não procura ser feliz".

"Cego" é aquele que não vê seu próximo morrer de frio, de fome, de miséria.

"Surdo" é aquele que não tem tempo de ouvir um desabafo de um amigo, ou o apelo de um irmão.

"Mudo" é aquele que não consegue falar o que sente e se esconde por trás da máscara da hipocrisia.

"Paralítico" é quem não consegue andar na direção daqueles que precisam de sua ajuda.

"Diabético" é quem não consegue ser doce.

"Anão" é quem não sabe deixar o amor crescer.

E "Miserável" somos todos que não conseguimos falar com Deus.

Renata Vilella

quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Carta aos cônjuges

A reflexão do dia

Casimiro Cunha e C. Xavier
Do livro: Mãe - O CLARIM


Meus irmãos, o matrimônio
É um instituto divino,
Onde o trabalho em comum
É luz de amor e de ensino.

O lar é um templo sagrado
De vida superior,
Onde começa no mundo
A lei sublime do amor.

Toda a harmonia terrestre,
Em circunstâncias quaisquer,
Tem seu início sagrado
No marido e na mulher.

São ambos um corpo só,
Em doce consagração.
Se o homem é a cabeça,
A mulher é o coração.

Cada um no seu lugar,
São iguais pelo dever
No santo esforço que as mãos
Nunca cessam de fazer.

Sem a máxima união
Na intimidade do lar,
Esse corpo transcendente
Não consegue funcionar.

Porventura, já se viu
Coração sobre a cabeça?
Ou ambos em separado,
Funcionando em vida avessa?...

Se a mulher é sentimento,
Se o homem é luta e ação,
Devem ambos ser unidos
No plano da educação.

Para que um lar seja o pouso
Do carinho e da esperança,
Jamais se esqueça o regime
Do amor e da confiança.

Harmonia em toda a casa
Faz da vida um campo em flor.
Ciúme é a erva daninha
Que mata as rosas do amor.

Intriga e relaxamento
São treva e calamidade,
Trazendo consigo o atrito
Que queima a felicidade.

Se há lutas pelo caminho,
A ventura dos casais
Consiste em reconhecer
Que o perdão nunca é demais.

Quem recebeu a missão
Desse instituto de amor
Tem solenes compromissos
Perante as leis do Senhor.

Façam, pois, do lar terrestre
A estrada de salvação,
Onde Jesus plante as flores
De vida e de redenção.

Fonte: brazjomarques at terra.com.br

terça-feira, 28 de agosto de 2012

A reflexão do dia - Fale menos

Do livro: Ligeirinho - GEEM

"Quem fala menos, ouve mais e melhor." ... Emmanuel

Centralizamos a atenção em nódoas e defeitos, faltas e quedas alheias, conferindo-lhes um poder que não possuem ou exagerando-lhes a feição. E, enquanto isso ocorre, perdemos tempo, retardando as edificações que nos competem, à maneira de operários que furtassem as horas de trabalho em que se engajaram para medir a lama do caminho que o Sol há de secar. Avisemo-nos, tanto quanto possível, contra semelhante impropriedade.
Imaginemos alguém atravessando a via pública sem a menor consideração para com os avisos do trânsito ou contraindo dívidas sem a mínima ideia de que responderá pelos próprios atos. Claramente que, por fim, esbarrará com desastre e insolvência.
Assim acontece na vida espiritual.
Cada tarefeiro é situado no lugar certo, para a cooperação exata. Este retém a palavra vibrante, aquele conserva com mais segurança o senso da direção, outro escreve de modo convincente, outro ainda, com mais propriedade, fornece a energia curadora...
Tanto quanto não será possível prever a extensão do incêndio, sem medidas que o combatam, ninguém pode acautelar-se do alastramento do mal, sem a colaboração do bem que o elimine.
Às vezes, a crueldade não é senão doença catalogável na patologia da mente, agravada, em muitas ocasiões, por influência obsessiva, solicitando auxílio curativo, ao invés de punição.
Uma atitude respeitosa para com os adversários nunca nos rouba tempo ao serviço.

Fonte: brazjomarques at terra.com.br

quarta-feira, 25 de julho de 2012

Sentado a mesa...

Observa a riqueza das cores, texturas, cheiros e sabores, que lhe chegam e agradece:
- pela humilde do grão transformado em mãe sublime, que submete o melhor de sua prole em frutos, sem reclamar a ausência dos seus;
- a gentileza das folhas que tombam partes de si para fornecer as vitaminas e fibras sem reclamar a dor;
- o trabalho incessante do homem do campo, que mesmo sem ter acesso a riqueza a sua frente, enfrenta sol e chuva, frio e geada, para compor essa maravilha que te mantém as forças;
- a abnegação dos animais que são levados ao martírio, para saciar aos paladares mais exigentes;
- a eficiência do transporte que enfrenta os liames da via publica com agilidade, para que não falte ou estrague o seu paladar;
- a habilidade da cozinheira que combina com maestria os insumos que agradam, muitas vezes pensando no que servir a própria mesa domestica;
... E isso tudo sem pensar no vosso honorário, pois se formos contabilizar o sol, a água, o ar e os demais, que Deus nos sede todos os dias, estaríamos em debito, eternamente.

Boa refeição.

domingo, 24 de junho de 2012

Mensageiros distraídos

Lendo mensageiros distraídos (Jesus no Lar - Neio Lúcio/CX - capitulo 23) associei imediatamente as atividades no centro espírita, pois com o acesso aos ensinamentos que a Doutrina Espírita, nós os trabalhadores de nossas casas, podemos nos comparar aos mensageiros que se endereçam ao socorro dos servos que se encontravam em estado febril. Quem seriam esses servos do reino que precisavam de auxilio? todos que buscam nossas casas por problemas diversos (materiais e/ou espirituais).
Até o momento, nenhuma novidade, porém a mensagem fala das discussões no percussão e a divisão do grupo devido a diferença de opiniões, coisa rara na casa espírita... que nada! toda associação humana, logo com o uso de suas faculdades intelectuais (ou não), resultam em discussões e divisões.
Penso que o ensinamento deixado na mensagem é clara, temos (estou incluso) de deixar de tamanhas argumentações sem-fim para focar no objetivo que é o objetivo da caridade, que é altruísta antes de tudo. Para não ocorrer como resultado o atraso e a ineficácia em nossas ações.

Lembrando uma questão exposta no evangelho segundo o Espiritismo (capitulo XI item 15), "devemos nos sacrificar mediante o holocausto por um malfeitor?" com a resposta de Lamennais "Podeis salva-lo? Salva-o!".

Boa semana, luz e paz.

quarta-feira, 11 de abril de 2012

Que Deus nos perdoe...

Por permitir que seres humanos sejam escravizados, pois teriam a cor da pele diferente...
Por participar do massacre de uma nação que além de pequena, era de poderio insignificante contra os que combatia...
Pela aprovação da interrupção do cumprimento da pena dos reeducandos junto aos seus entes amados...
Estou falando da escravatura no Brasil, da guerra do Paraguai e agora da aprovação do aborto dos anencéfalos (ou de qualquer forma de vida humana).

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

Bom dia!

"Não podemos escrever um novo começo, mas podemos escrever um novo fim" Chico Xavier

Tirinhas da Mariana

Tirinhas do Cabeça Oca