sábado, 1 de maio de 2010

CONQUISTA DE PAZ


AMANECER DE PAZ
Originally uploaded by Licy (Iris de Paz).
Não creias, alma querida,
Seja a prova que atravessas
A chaga maior da vida,
Marcando suplício atroz;
Enquanto expões o que dizes,
Há corações pela estrada
Tão tristes, tão infelizes,
Que a dor lhes consome a voz.

Esse carrega desgosto
Regado de pranto oculto,
Aquele em pleno tumulto,
Sente angústia e solidão;
Outro tem tanta amargura
Que treme quando caminha,
De alma cansada e sozinha,
Caindo em perturbação.

Esse transporta doenças,
Embora a expressão correta,
Outro tem mágoa secreta,
Disfarçando o próprio “eu;”
Aquele chora e tropeça
Na penúria em que se arrasa,
Outro viu a morte em casa,
Revoltou-se e enlouqueceu.

Alma irmã, tolera e aceita
A provação recebida,
Abençoa a própria vida,
Seja essa vida qual for;
O sofrimento, onde esteja,
É a luz com que Deus nos guia
Nas lutas do dia-a-dia,
Para a conquista do Amor.



Pelo Espírito Maria Dolores - Do livro: Maria Dolores, Médium: Francisco Cândido Xavier.





1 comentários:

Abdo disse...

Difícil abandonar o egoísmo, a ganância e a inveja no mundo atual. Isto requer um exercício diário de resistência a forças que nos empurram para baixo.
A todo instante percebemos nossa espiritualidade em jogo. Acho que chegamos ao estágio em que precisamos pensar em Deus e orar o tempo todo.
Não podemos esmorecer perante as forças do mal. Evitemos ceder às tentações da carne: sexo, dinheiro, coisas materiais, disputas familiares etc.
O mundo nos coloca estas coisas como normais. Vamos simplesmente ignorá-las!

Tirinhas da Mariana

Tirinhas do Cabeça Oca