sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

França pede perdão da dívida externa do Haiti


Haití
Originally uploaded by camilo tinjaca.

A ministra da Economia francesa, Christine Lagarde, afirmou hoje que a França pedirá o perdão da dívida que o Haiti tem com o Clube de Paris.

Em julho do ano passado, o Haiti tinha uma dívida externa de US$ 1,885 bilhão, dos quais US$ 214,8 milhões é devido aos países-membros do Clube de Paris, que reúne os principais Estados credores do mundo.

A dívida com a França era de 58 milhões de euros (US$ 83,5 milhões), mas Paris decidiu perdoar 4 milhões de euros (US$ 5,7 milhões) após o terremoto que assolou o país, disse a ministra, em entrevista coletiva.

A iniciativa da ministra francesa pode servir para acelerar uma decisão já tomada pelo Clube de Paris em julho do ano passado, quando seus membros decidiram iniciar o processo de anulação da dívida direta com eles contraída pelo Haiti, dentro de uma estratégia para favorecer a luta contra a pobreza.

Além disso, Lagarde disse que entrou em contato com outros países aos quais o Haiti deve grandes quantias, mas que não fazem parte do Clube de Paris, como Venezuela e Taiwan, para que também perdoem a dívida.

O terremoto de 7 graus na escala Richter aconteceu às 19h53 de Brasília da terça-feira e teve epicentro a 15 quilômetros de Porto Príncipe, a capital do país. A Cruz Vermelha do Haiti estima que o número de mortos ficará entre 45 mil e 50 mil.

Na quarta-feira, o primeiro-ministro do país, Jean Max Bellerive, havia falado de "centenas de milhares" de mortos.

O Exército brasileiro confirmou que pelo menos 14 militares do país que participam da Missão de Estabilização das Nações Unidas no Haiti (Minustah) morreram em consequência do terremoto.

A brasileira Zilda Arns, fundadora e coordenadora da Pastoral da Criança, ligada à Igreja Católica, também morreu no tremor.

Diferente do número do Exército, o ministro da Defesa, Nelson Jobim, aumentou hoje o número de mortos para 17 - considerando as mortes de Luiz Carlos da Costa, funcionário da ONU, e de outro brasileiro que não identificou -, segundo informações da "Agência Brasil".

Fonte: Terra

0 comentários:

Tirinhas da Mariana

Tirinhas do Cabeça Oca